"Para ser bela, pára um minuto diante do espelho, cinco minutos diante da sua alma e quinze minutos diante do SENHOR"

Ácido Glicolico


Esse ácido reduz a espessura da pele, esfoliando-a e estimulando a produção do colágeno

Já disse isso aqui no blog, que eu tenho algumas manchinhas no rosto e tenho investido muito nos cuidados da minha pele.  Amoooo os ácidos...O meu queridinho é ácido retinoico.Mas hoje quero falar sobre o Glicolico. O que mais me lembro do uso desse ácido é que ele melhora a textura da pele, deixando-a mais lisinha, mais suave ao toque, 

O que é o ácido glicólico

O Ácido Glicólico é um dos ácidos mais conhecidos dos chamados ácido alfa-hidróxi acético (AHA), utilizado na composição de peelings químicos com ação superficial e média dependendo da concentração e quantidade utilizada. Por ser derivado da cana-de-açúcar, pode ser considerado um produto natural.

O Peeling de Ácido Glicólico consiste na aplicação desse ácido sobre a pele, com a finalidade de produzir uma renovação das camadas superficiais, promovendo uma descamação suave e progressiva da derme e epiderme (dependendo da concentração utilizada), além de estimular a formação de colágeno e de fibras próprias da pele.

O ácido glicólico diminui a espessura da pele, tem efeito esfoliativo na pele, propiciando clareamento e estimulando síntese de colágeno na derme, com isso age na reversão e prevenção do envelhecimento cutâneo, na melhora de manchas, de cicatrizes de acne, estrias, além de fechar os poros e melhorar a acne. Pode ser aplicado tanto no rosto quanto no corpo, de acordo com a orientação médica. É uma alternativa menos irritante do que o ácido retinoico, conhecido por agredir um pouco mais a pele.


Outra vantagem dessa substância é aumentar a absorção de outros ativos associados na composição, no caso dos cosméticos. Na rosácea, devido a ação estimuladora do colágeno e espessamento dérmico secundário, promove vasocompressão, melhorando a vermelhidão.

Como usar o ácido glicólico

Pode ser encontrado em dermocosméticos em concentrações de 2 a 10%, preparado em formulações manipuladas nas mais diversas concentrações. Quando usado em peelings, o produto pode ter um pH mais alto, já que será usado por um profissional. Para maior segurança do uso do ácido glicólico diariamente, é recomendado que os cosméticos tenham pH no valor mínimo de 3,5, com concentração de, no máximo, 10%. O uso de cremes manipulados deve ser feito com orientação médica.

Diferentemente do ácido retinóico, o ácido glicólico pode ser usado de dia e no verão, pois não é fotossensibilizante. Em casa, deve deixar agir na pele por duas a três horas.


Peelings

O ácido glicólico também pode ser utilizado no consultório para peelings químicos considerados superficiais. Nesses casos, sua concentração é maior, assim como seu pH pode ser mais baixo.

Cuidados depois de usar o ácido glicólico

O ácido glicólico torna a pele mais sensível, portanto após seu uso, o ideal é não expor a pele ao sol sem a proteção adequada, ou isso pode causar forte irritação na pele com descamação, vermelhidão e até mesmo o surgimento de manchas.


ÁCIDO GLICÓLICO É AMOR!

Resumindo: prefiro apostar em produtos com ácidos, que são mais eficazes e fazem uma diferença maior na pele, e o ácido glicólico sai na frente em vários aspectos, já que é bem tolerado, tem vários usos, combate e reverte (até certo ponto, claro) o envelhecimento, e é encontrado em vários produtos de marcas que eu já conheço e confio.


ESSE É O QUE ESTOU USANDO NO MOMENTO






Minha próxima compra


O ideal é sempre comprar qualquer produto sob indicação de um dermatologista, que escolherá a melhor opção para cada tipo de pele.




0 comentários: