"Para ser bela, pára um minuto diante do espelho, cinco minutos diante da sua alma e quinze minutos diante do SENHOR"

Dicas para queimar gordura, emagrecer e entrar em forma no verão


Conheça  sugestões de atitudes que vão fazer você perder peso brincando

- ANDE MAIS 

Um estudo do American College of Sports Medicine, principal órgão de medicina esportiva dos Estados Unidos, indica que quem caminha duas horas e meia (ou 150 minutos) por semana, em ritmo moderado a intenso, consegue perder 2,5 quilos em um mês. Passar muito tempo sentada diminui a ação da enzima lipase, responsável por quebrar as células de gordura.

- Avalie seu metabolismo

Para calcular a quantidade de energia que seu organismo gasta em situações sem esforço, faça uma avaliação com o aparelho Biometter, encontrado em clínicas endocrinológicas. Você respira em um bocal descartável por 15 minutos e a máquina mede a quantidade de oxigênio consumido. Com base nisso, é possível descobrir se o seu metabolismo é lento por natureza, normal ou acelerado. “ Assim, é possível montar um programa de emagrecimento mais eficaz, pois conseguimos definir o número exato de calorias que a paciente precisa cortar para perder peso”, explica a endocrinologista Márcia Kelman, da Clinica Biodiet, em São Paulo.

- Combata o efeito estufa.

Tome três copos de água gelada com limão todos os dias. A fruta é rica em ácido cítrico, que acelera a digestão e dissolve toxinas e gorduras do corpo. Mais: ela também combate os microorganismos que provocam fermentação no estômago e evita a formação de gases.

- Invista em alimentos probióticos.

“Ricos em bactérias do bem, que resistem ao processo de digestão e chegam intactas ao intestino, eles regulam o funcionamento do intestino, equilibram a flora local e aumentam a absorção dos nutrientes, facilitando o emagrecimento”, diz o médico Paulo de Tarso Lima, especialista em nutrição, de São Paulo. Para bons resultados, consuma diariamente um pote de iogurte ou bebida láctea com esses ativos.

- Compre um tênis funcional.

Os modelos com sola ondulada ou com “casulos de equilíbrio” encaixados na parte da frente e de trás do calçado são capazes de gerar instabilidade. Isso exige que os músculos dos glúteos, das coxas e panturrilhas trabalhem dobrado para manter você em pé. Dessa forma, o corpo gasta mais calorias.

- Consuma fibra de maracujá.

Salpique 2 colheres (sopa) por cima do mamão, misture no iogurte, na salada de frutas ou bata no liquidificador com sucos. “Rica em pectina, ela ajuda a diminuir a absorção de açúcares e carboidratos e favorece a eliminação das toxinas do organismo”, informa a nutricionista Daniela Jobst. Mais: a crisina, outro ativo presente no produto, ainda ajuda na que - bra da gordura localizada, principalmente a abdominal.

- Suba cinco andares de escada por dia.

“Isso equivale a 15 minutos de caminhada leve”, garante o preparador físico Almeris Armiliato, da Fitness Inner, em São Paulo. Muito cansativo? Então, experimente descer dez andares. “A cada dois degraus descidos, você perde a mesma quantidade de calorias do que se tivesse subido um”, revela.

- Pratique uma hora a mais de exercício por semana.

De acordo com um estudo americano publicado no Journal of Strength and Conditioning Research, isso pode garantir uma queima de gordura até três vezes maior do que se você continuar seguindo sua rotina habitual de atividade física. Na pesquisa, as pessoas que praticaram essa hora extra de malhação perderam em média 13 quilos em dois meses.

- Contraia a barriga e o bumbum.

Repita isso três vezes, mantendo a pose durante 20 segundos. Você pode realizar a série diversas vezes ao dia – quando estiver parada no trânsito, sentada no escritório ou até mesmo na fila do supermercado. Chamado de isometria, esse tipo de exercício não requer movimento e utiliza apenas a força dos músculos, que devem ficar comprimidos por um determinado período. O benefício: sem que ninguém perceba (e sem derramar uma gota de suor), você tonifica essas regiões e ajuda o organismo a sair da zona de repouso, estimulando seu metabolismo e aumentando, assim, o número de calorias gastas.

- Planeje a alimentação.

“Escreva o cardápio da semana e pendure-o na geladeira”, aconselha o preparador físico Renato Dutra. Também vale levar uma cópia na bolsa. Assim, você controla o que come e evita ataques repentinos ao pacote de bolacha recheada ou ao salgado da lanchonete.



- Dance.
Não gosta de academia? Então, mexa o esqueleto. Sacolejar o corpo na pista da balada também pode ser uma alternativa boa (e prazerosa) para detonar os quilinhos extras. Anote aí: dançar forró, samba, dança de salão ou salsa por uma hora, em ritmo intenso, pode queimar até 350 calorias.

- Faça aeróbico depois da musculação.
Assim você queima gordura mais rápido do que se fizesse de modo inverso. “ Ao realizar atividades com carga, o corpo consome primeiro o glicogênio, reserva de energia presente nos músculos. Ao partir para a ginástica aeróbica, esse nível já estará baixo, forçando o organismo a perseguir rapidamente a gordura estocada como forma de combustível para aguentar a malhação”, explica o preparador físico Almeris Armiliato.

- Tome 1,5 litros de água gelada por dia.
Para elevar a temperatura de um copo de 300 ml de água de 15ºC para 36ºC (a temperatura do corpo humano) o organismo gasta cerca de 30 calorias. Fazendo as contas: se tomar cinco copos por dia, você queimará 150 calorias – o equivalente a 35 minutos de caminhada.

-Coma uma pera ou uma maçã uma hora antes de praticar exercícios.
“Considerados alimentos de baixo índice glicêmico, eles regulam a liberação do hormônio insulina (responsável pela quantidade de açúcar no sangue), fazendo com que o corpo acumule menos gordura”, diz o endocrinologista Tércio Rocha, do Rio de Janeiro.

- Dê uma pausa antes de repetir o prato.
O ideal é colocar uma porção menor do que você comeria normalmente e, antes de partir para a segunda rodada, distrair a mente. Converse com o marido, levante para pegar um copo de suco ou vá até o banheiro. Assim, você evita a compulsão e dá tempo para o cérebro sinalizar ao estômago que já está satisfeita.

- Não se apóie em nada quando estiver em pé no ônibus ou no metrô.
Isso irá forçá-la a acionar os músculos das pernas e do abdômen para se manter equilibrada. O benefício: ao recrutar mais esforço do corpo, exigindo que diversas regiões trabalhem ao mesmo tempo, você irá, naturalmente, gastar mais calorias do que se estivesse parada em uma posição estável.

- Faça musculação três vezes por semana.
É comprovado que ter músculos aumenta o metabolismo, pois a massa magra consome mais energia para se manter do que a gordura. Isso quer dizer que, mesmo quando estiver parada, seu corpo irá gastar mais calorias para realizar as funções básicas do que quem tem poucos músculos.

Fonte: Revista Claudia

0 comentários: