"Para ser bela, pára um minuto diante do espelho, cinco minutos diante da sua alma e quinze minutos diante do SENHOR"

Esmaltes para o inverno

Seja no trabalho,na igreja, no shopping ou no salão de beleza, basta falar de esmaltes numa roda de mulheres para causar burburinho. Perguntas como "qual cor é essa?", "de qual marca é?", "quantas demãos você passou?" são corriqueiras.

Se algumas cores já foram proibidas para as mulheres ou serviam para demonstrar status social na China e no Egito antigo, hoje elas são usadas sem preconceito e se transformaram em verdadeiros itens de moda. (nas igrejas tb, anos atras era um tabu, aplicar cores mais fortes ou escura..)

O estilista Reinaldo Lourenço afirma que o esmalte pode levantar ou acabar de uma vez com o visual de alguém. "Acho essencial a mulher estar sempre com as mãos e unhas bem cuidadas, com um tom de esmalte que a valorize e converse com seu estilo. O bom senso é a engrenagem do look".

Da mesma forma que as peças de estilistas renomados, as coleções de vidrinhos coloridos também mudam a cada estação. E os lançamentos fazem a cabeça de todas as mulheres.

Lourenço assina a coleção da Risqué Joias Misticas que aposta na tendência ainda forte dos esmaltes sem brilho, com os três foscos: vermelho terroso Pedra Granada, roxo aberto Topásio Púrpura e o azul Lápis Lázuli. Além disso, a coleção não dispensa o já clássico nude, com o Citrino Nude e os tons mais quentes do Diamante Roxo e do Turmalina.

Na Europa e nos Estados Unidos, o ar sóbrio e sofisticado do fosco já virou febre. "É uma forma contemporânea de se esmaltar. Por muito tempo só existiam esmaltes brilhantes, por isso fiz questão de lançar junto com a Risqué um esmalte fosco", conta o estilista.

A Impala investiu na sofisticação e elegância que a estação fria pede e lançou a coleção Muito Luxo, com 12 cores inspiradas no surrealismo dos anos 20. Para Patricia Porta, coordenadora de merchandising da Impala, os tons mais sóbrios vão predominar na estação. "Apostamos no nude, azul marinho e o vermelho, o tom mais sofisticado e chique e que traduz luxo e glamour. A tendência retrô recupera tons mais alegres".

Engana-se quem pensa que as cores nascem de experimentos descompromissados. Para cada coleção lançada há, pelo menos, um ano de estudo. As pesquisas são feitas a partir dos principais acontecimentos do mundo da moda no exterior. "A gente sempre procura lançar os tons de acordo com as tendências de roupas e acessórios. Futuramente teremos intercolecões de esmalte com uma tendência rock", diz Patrícia.

Ainda na onda do internacional Chanel Particulière, a Colorama apresenta o seu marrom Camurça. No entanto, a grande aposta da empresa é verde petróleo Carbono. A coleção Urban traz ainda o nude Cashmere, o verde claro Absinto e o cinza Arranha Céu. Já o vinho Cosmopolitan e o roxo claro Mauve Urban chegam para esquentar a estação mais fria do ano.

Para quem adora combinar cores e experimentar misturas, as Coberturas Transformadoras, da Colorama, também são uma boa dica. A ideia é adicionar reflexos coloridos aos esmaltes, dando várias possibilidades de combinações.

O clássico rosa também ganha várias versões na edição Penélope Charmosa, da Risqué. São oito tons diferentes que vão dos mais claros Renda Charmosa, Momento Penélope e Penélope Charmosa, passando pelos vibrantes Atitude Pink, Pink Vigarista e Armadilha Rosa até chegar aos roxos Charminho Lilás e Apuro Violeta.

Já para quem é adepta do clarinho também há novidades. Ana Hickmann lançou uma coleção clássica chamada Noivinhas. As cores foram pensadas para aquelas mulheres que sonham com o dia do casamento. Em edição limitada, Lua de Mel, Bem Casada, Chuva de Arroz e Noivinhas têm tons puxados para o branco, salmão e rosa claro.



Tons Nude..os meus favoritos!!

1 comentários:

Cíntia Mara disse...

Esmaltes são o assunto do momento! Eu, que até pouco tempo passava o mesmo tom de vermelho todos os fins de semana, agora tenho dezenas de cores. Os vermelhos ainda são meus preferidos, mas também tenho vários roxos, rosas (e olha que eu nem gosto da cor), azuis, laranjas, marrons, verdes, pretos, nudes (o Citrino Nude, que foi o único que eu gostei). Só não me arrisco a variar nos pés, é sempre branco.

Na minha igreja ainda tem um tabu com relação ao vermelho, que costuma ser associado à luxúria. Aliás, esse foi um dos motivos pra eu começar a usar rosa e laranja. Hoje a poeira já baixou, mas algumas pessoas ainda me olham atravessado. Amo vermelhos!!!

AMO essa coleção Jóias Místicas. Ainda não usei o Topázio Púrpura e o Turmalina, porque estava difícil e encontrar. Mas os outros são maravilhosos!

Mal posso esperar por essa "tendência rock", hehe.

Bjos